Cardio da Vida
Procurar
Close this search box.
Procurar
Close this search box.

Será que uma dieta plant-based ajuda a reduzir os valores de colesterol?

Artigo de Ana Carolina Soares - Nutricionista
30 nov 2023

As dietas baseadas em plantas (ou “plant-based”) têm vindo a registar popularidade crescente por vários motivos, dos quais se destaca o seu menor impacto ambiental! Por outro lado, consumir uma dieta que ajude a prevenir a doença cardiovascular, a principal causa de mortalidade a nível mundial, deve ser uma preocupação de todos nós!

Para perceber se uma dieta baseada em plantas pode ajudar a reduzir os valores de colesterol e contribuir para a prevenção de doença cardiovascular, uma equipa de investigadores levou a cabo uma revisão sistemática, que incluiu 30 ensaios publicados nos últimos 30 anos.

Os autores do estudo analisaram as repercussões de dietas vegetarianas e/ou veganas saudáveis versus dietas omnívoras (que incluíam carne e laticínios) no perfil lipídico. Foram analisadas várias lipoproteínas aterogénicas, nomeadamente colesterol total, colesterol LDL (mau colesterol), apolipoproteína B (apoB) e triglicéridos.

A apolipoproteína B é uma proteína usada no transporte de colesterol e gordura no sangue, que permite determinar a quantidade de gordura e colesterol “mau” no organismo. Quanto maior o valor da apolipoproteína B, maior o risco de desenvolver aterosclerose das artérias.

Principais conclusões

• As dietas à base de vegetais (vegetarianas e/ou veganas) associaram-se a uma redução de 7% do colesterol total e a uma redução em 14% da apolipoproteína B.

• Os participantes que mantiveram uma dieta à base de vegetais durante 5 anos tiveram uma redução do risco de doença cardiovascular.

• Os resultados obtidos foram semelhantes para pessoas em diferentes estados de saúde, de diferentes continentes, idades, com peso saudável e com excesso de peso/obesidade.

principais conclusoes

Deste modo, e tendo em conta que as dietas vegetarianas e veganas saudáveis estão associadas a níveis mais baixos de colesterol e gordura no sangue, quanto mais cedo forem implementadas, maior será o contributo para uma redução significativa do risco de doenças cardiovasculares ateroscleróticas, tais como o enfarte agudo do miocárdio e o AVC

alimentacao diversificada

Quando falamos em dietas de base vegetal, não significa a omissão total de alimentos de origem animal (como carne e peixe), mas numa redução da ingestão deste tipo de alimentos.

Como transitar para uma alimentação baseada em plantas (“plant-based”)?

Uma alimentação plant-based está relacionada com diversos benefícios em termos de saúde, além da redução do risco cardiovascular, nomeadamente: melhor controlo de peso, melhoria da imunidade, prevenção e controlo da diabetes tipo II, redução da incidência de alguns tipos de cancro (nomeadamente a nível gastrointestinal), redução do declínio cognitivo e melhoria do equilíbrio da flora intestinal.

Uma alimentação plant-based caracteriza-se por uma maior ingestão de alimentos vegetais, tais como: legumes, frutas, sementes, frutos secos oleaginosos (nozes, amêndoas, avelãs), leguminosas e cereais integrais. Sendo reduzido ao máximo o consumo de: açúcar, sal, cereais refinados, alimentos embalados altamente processados, carnes processadas, sobremesas, doces e bebidas açucaradas.

Quer saber mais sobre a dieta plant-based?

Referência:

1. Frank L. J. Visseren, et al. ESC Guidelines on cardiovascular disease prevention in clinical practice. Eur Heart J. 2021;42(34):3227-3337;

2. Koch CA, et al. Vegetarian or vegan diets and blood lipids: a meta-analysis of randomized trials: Eur Heart Journal. 2023 Jul 21;44(28):2609-2622.

Artigo de Ana Carolina Soares - Nutricionista

Sinto um privilégio enorme por diariamente ter a oportunidade de ajudar a melhorar a qualidade de vida de todos aqueles que me procuram. Acredito que um estilo de vida saudável faz bem ao corpo e à mente! Foco-me em adaptar hábitos alimentares saudáveis ao ritmo de vida de cada um, às suas necessidades e preferências. Nos meus tempos livres gosto de ler, ir ao cinema, passear na natureza e viajar.

MAIS ARTIGOS DO SEU INTERESSE:

FAÇA O SEU REGISTO E NÃO PERCA AS NOVIDADES

Assine a newsletter e receba mensalmente sugestões de artigos e insights dos especialistas do Cardio da Vida!
Caso não encontre o nosso email, por favor, verifique a sua caixa de spam ou de lixo eletrónico.