Cardio da Vida
Procurar
Close this search box.
Procurar
Close this search box.

Será que rir é o melhor remédio, mesmo para prevenir doenças cardíacas?

jose ferreira

José Ferreira Santos - Cardiologista

Publicado no dia 10 de janeiro de 2024

Rir associa-se a emoções positivas e a bem-estar. Mas será que os efeitos benéficos do riso se podem estender à prevenção de doenças cardiovasculares?

Estudos prévios relacionam o stress e as emoções negativas com o risco de doença cardiovascular. Por exemplo, no estudo INTERHEART, com 24.767 participantes, o risco de enfarte agudo do miocárdio aumentou cerca de 50% em pessoas que apresentavam episódios de stress no trabalho, na vida pessoal ou financeira, sendo que o risco duplicou quando o stress foi reportado como constante e repetitivo! 

rir é o melhor remedio

Por outro lado, sabemos que estratégias de redução do stress podem ajudar a prevenir e reduzir o risco de doença cardiovascular. Sentimentos associados a uma saúde mental positiva, tais como felicidade, otimismo, gratidão, satisfação e mindfulness, associam-se a redução da pressão arterial, melhor controlo da glicemia, menos inflamação, entre outros efeitos benéficos.

frase rir

Um estudo no Japão, que incluiu 17.152 indivíduos, demonstrou que “sorrir alto” (laugh out loud), isto é, dar uma gargalhada pelo menos uma vez por semana, associou-se ao menor risco de morte e de desenvolver doença cardiovascular. Os indivíduos que reportaram menos do que uma gargalhada por semana apresentaram um aumento no risco de eventos fatais e cardíacos 1,5 a 2 vezes superior do que os mais sorridentes!

Assim, importa implementar estratégias no dia a dia que promovam o bem-estar e reduzam o stress, como:
• Fazer exercício regular

• Passar tempo com amigos e com família
• Dormir bem…

  …e, claro, dar uma boa gargalhada, todos os dias, pode fazer a diferença na saúde do seu coração!

FAÇA O SEU REGISTO E NÃO PERCA AS NOVIDADES

Assine a newsletter e receba mensalmente sugestões de artigos e insights dos especialistas do Cardio da Vida!
Caso não encontre o nosso email, por favor, verifique a sua caixa de spam ou de lixo eletrónico.