CONCENTRAR O EXERCÍCIO NO FIM DE SEMANA TEM BENEFÍCIOS PARA A SAÚDE?

Artigo de Vanessa Santos - Fisiologista do Exercício
06 set 2022

Não tenho tempo durante a semana! Será que posso concentrar a atividade física no fim de semana e ainda assim conseguir benefícios para a saúde?

Sabemos que a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda 150 a 300 minutos por semana de atividade física de intensidade moderada ou 75 a 150 minutos por semana de atividade física de intensidade vigorosa, ou ainda uma combinação equivalente destas duas recomendações. No entanto, não é óbvio se a mesma quantidade de atividade física distribuída por vários dias da semana ou concentrada em um ou dois dias terá o mesmo tipo de benefício para a nossa saúde.

Muitas pessoas, pela dificuldade de terem tempo, optam por concentrar o exercício em um ou dois dias, os chamados “Guerreiros do Fim de Semana”!

Mas será que obtêm os mesmos benefícios quando comparados com os que treinam regularmente durante vários dias da semana?

Descubra agora a importância
da atividade física regular

Numa meta-análise muito recente publicada no JAMA Internal Medicine, os autores tentaram compreender se existem vantagens para a saúde, quando a atividade física é realizada de forma mais concentrada (em 1 ou 2 dias da semana), quando comparada à atividade física distribuída ao longo de vários dias da semana. Para responder à pergunta, foram analisados um total de 350.978 adultos, com idades compreendidas entre os 18 e os 84 anos.

Os níveis de atividade física foram determinados através de um questionário e os participantes foram divididos, segundo o nível e padrão da sua atividade física, em 2 grupos:

Principais conclusões do estudo

    • Os “guerreiros de fim de semana” e os indivíduos “regularmente ativos” tiveram menor risco de mortalidade quando comparados com os “inativos”.

    • Quando comparados os “guerreiros de fim de semana” com os “regularmente ativos”, que faziam o mesmo número de minutos de atividade física semanal, não se verificaram diferenças no risco de mortalidade, quer por doença cardiovascular, quer por cancro.

Estes dados reforçam alguma da evidência científica previamente publicada. No Harvard Alumni Health Study, os “guerreiros de fim de semana” apresentaram um risco 15% inferior de mortalidade, comparativamente aos indivíduos “inativos”.

Em conclusão, o mais importante é mesmo realizar os minutos de atividade física recomendados pela OMS! Mesmo que o exercício físico esteja concentrado em 1 ou 2 dias da semana, o benefício é sempre superior a não praticar qualquer atividade física.

Artigo de Vanessa Santos - Fisiologista do exercício

Sou fisiologista do exercício, doutorada em atividade física e saúde, especialista em exercício clínico. Conheço bem os benefícios que o exercício físico promove na nossa saúde e o que me move é poder ajudar quem mais precisa, a prevenir e/ou recuperar patologias clínicas, através do exercício físico regular, promovendo estilos de vida ativos e saudáveis.

MAIS ARTIGOS DO SEU INTERESSE: