Cardio da Vida
Procurar
Close this search box.
Procurar
Close this search box.

TEM DIFICULDADE EM ADORMECER? TEMOS A SOLUÇÃO PARA SI.

Artigo de Ricardo Escada - Fisiologista do Exercício
18 mar 2022

A Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) promoveu um questionário a uma amostra representativa da população ativa portuguesa sobre o sono. Segundo a SPP, a maioria dos portugueses (65%) está insatisfeita com o sono.

No que reporta às horas de sono diárias recomendadas (7-9 horas), apenas 54% dos inquiridos afirma conseguir dormir as horas recomendadas e 47% dos inquiridos tem dificuldade em adormecer.

Com estes dados, parece que

OS PORTUGUESES DORMEM POUCO E COM EPISÓDIOS DE INSÓNIA INICIAL.

O mesmo problema foi detetado na população norte-americana, por isso, Empelique Brellenthin realizou um estudo com adultos inativos fisicamente, com idades compreendidas entre os 35 e 70 anos com sobrepeso ou obesidade e hipertensão.

Os indivíduos foram divididos em 3 grupos: (I) grupo com exercícios aeróbios; (II) grupo de exercícios de força; (III) grupo combinado com exercícios aeróbios e de força. Os indivíduos realizaram treinos três vezes por semana durante 12 meses.

(exercícios aeróbios) poderiam fazer passadeira, bicicleta ou elíptica e a frequência cardíaca era monitorizada para garantir que estavam numa intensidade moderada a vigorosa.

(exercícios de força) realizou 3 séries de 8 a 16 repetições com uma intensidade moderada a vigorosa (50 a 80% de 1 RM).

(exercícios combinados) realizou 30 minutos de exercício aeróbio a intensidade moderada, seguido de exercícios de força.

Verificou-se que:

• a duração do sono, em média, aumentou 13 minutos no grupo de exercícios de força, aumentou 2 minutos no grupo de exercícios combinados e diminuiu 0,6 minuto no grupo de exercícios aeróbicos.

• o tempo necessário para adormecer diminuiu 3 minutos no grupo de exercícios de força e não houve alterações significativas nos outros grupos.

Este estudo sugere que, para estes indivíduos, o exercício de força promove um maior tempo de sono e um menor tempo de insónia inicial.

Se a sua qualidade de sono é diminuta e se tem episódios de insónias, esta pode ser uma estratégia sem recorrer a fármacos.

Referências:

1. Médico, J. SPP: Portugal está a perder sono em quantidade e qualidade. Jornal Médico. 2021;

2. Brellenthin, A. Resistance Exercise May Be Best Workout for a Good Night’s Sleep. Medscape Medical News. 2022.

Artigo de Ricardo Escada - Fisiologista do exercício

Gosto muito do que faço, faz parte do que sou! Mas também adoro partilhar momentos com a família e amigos. E viajar… adoro viajar. Mas para desfrutar ao máximo desses momentos há uma coisa que é preciso, Saúde! Para isso, acredito no equilíbrio entre o exercício, a alimentação, o descanso e a socialização para um bem-estar pleno.

MAIS ARTIGOS DO SEU INTERESSE:

FAÇA O SEU REGISTO E NÃO PERCA AS NOVIDADES

Assine a newsletter e receba mensalmente sugestões de artigos e insights dos especialistas do Cardio da Vida!
Caso não encontre o nosso email, por favor, verifique a sua caixa de spam ou de lixo eletrónico.